Viva o nosso 1º mês juntos! Chico e eu! <3

Chico_1Mes_27.08.2015

E então estamos há mais de 1 mês juntos…

Algumas pessoas questionam sobre um cãozinho num apartamento… Sempre fui contra e, como já aconteceu em outras ocasiões, acabei mordendo a língua, acabei comendo a maça proibida… Atire a primeira pedra, quem nunca…

A principal diferença para uma casa com quintal é a falta de grama para o xixi e o cocô. No mais, Chico corre, late, brinca e pula como qualquer outro ser que não faz ideia que está num apartamento no 12º andar de um edifício e cercado por vários outros prédios. A vida pra ele é uma festa! Graças a Deus! E isso tem respingado em mim. Que o diga o segurança da pizzaria que fica perto da pracinha que frequentamos, que me vê correndo e pulando feito criança junto com o Chico.

Nesse primeiro mês, já fez vários aumiguinhos: a Sharon, a Maya, a Elisabete, a Chiquinha, a Mel, o Pingo e o Miguel. É querido pelos porteiros do prédio, pela vizinhança, pelos meus amigos e nas redes sociais. E isso alimenta minh‘alma! Ainda não mudamos para a nossa casa, ainda temos essa limitação física. Mas temos o amor um do outro e Chico já aprendeu que o amor é o nosso bem mais valioso. Em nossa relação, há oração, esconde-esconde, apometria, rock, samba, comilança, vinho, plantas, filmes, atividades físicas, havaianas sem cheiro e sem tiras, brigas, perdão, ração e meditação. Bom, cada um tem a mãe que merece. Quero crer que Chico está feliz ainda que eu tenha inúmeros defeitos.

Meus olhos dizem que Chico já dobrou de tamanho. Meus braços entendem que também já dobrou de peso. Meu pequeno defende as crianças feito gente grande, seu latido fica diferente se alguém chega perto de uma criança que ele julga estar cuidando. Acho que ele sente vontade de brincar com a Maria e o Deva, casal de periquitos que também moram na minha casa. Chico fica quietinho para tomar banho e também já aprendeu a fazer xixi no tapetinho higiênico, exceção claro, quando estou em casa, porque assim como nós humanos, ele também tem seus momentos de querer chamar a atenção.

Há brinquedos, alguns inteiros, alguns ruídos, espalhados pelo apartamento e que são rapidamente recolhidos quando recebemos visita. Ele ainda é tímido, mas rapidamente se socializa… Tem sangue catarina! Embora tenha uma cama nova, Chico continua preferindo a sua caixinha de papelão, que eu pedi num supermercado no dia em que o adotei. Algumas pessoas humanizam seus cãezinhos e chego a atender o porquê, pois eles são uns danadinhos! O que os diferem de nós? Eles amam sem conflito. Apenas sentem e se entregam. Sabem quando erram e, do jeito deles, pedem perdão e seguem adiante. Já nós…

Chico atende aos meus apelos emocionais: Chico já passam das 23h, acabamos de passear, agora gentileza fazer xixi apenas no tapetinho, porque a mãe tá cansada demais para encarar rodo, desinfetante e pano de chão, ok? Também é meu confidente: Chico, tu não imaginas o que aconteceu hoje… Meu parceiro: Chico, a mãe melhorou o tempo na corrida, bora comemorar, guri? Cá entre nós, sou maluca o suficiente para acreditar que Chico me dá conselhos também.

É corajoso e com ele não tem tempo ruim, literalmente. Não se assustou com a trovoada dessa noite, nem fez mimimi pra vacina. Tente tirar o Garfield dele pra você ver. Meu pequeno grande guerreiro.

Todo dia Chico repete a atitude que teve quando nos conhecemos: fica quieto, me olha por uns segundos, então vem em minha direção e estende a patinha… Como se dissesse “obrigado, seguimos juntos, né?”. Como se quisesse dar um abraço de gratidão. Fico me perguntando se fazemos isso em nossas relações, se regamos com amor, carinho, atenção e cuidados diários. Fico me perguntando se as relações estão embasadas e fortalecidas pela confiança mútua e desmedida, pelo respeito. Fico me perguntando se somos gratos. Fico me perguntando se nos entregamos sem medo ou conflito. Fico me perguntando se reforçamos ou demonstramos, de alguma forma, o desejo de continuar junto. Ou se estamos no piloto automático…

Eu ensino, Chico aprende. Chico ensina, eu aprendo. Todos os dias. Amém.

Sou muito grata a todos os ensinamentos e felicidade que ele me proporciona.

Chico, obrigada! Chico, eu te amo!

2 thoughts on “Viva o nosso 1º mês juntos! Chico e eu! <3

  1. Carine Urbina, a prima..... diz:

    È isso ai….já está no rol das pessoas com “filhos” de 4 patas. E é uma alegria só chegar em casa e ver alguém te esperando todo contente. Chego no condomínio e tem 2 “bebês” me esperando no jardim. Se paro para conversar com a vizinha ficam esperando até começarem a miar dizendo: “ei mamãe, chega de conversa e vamos para casa!”. bjs prima…..namastê (como diz vc).

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.