Amélia é que era mulher de verdade!

image

Ando refletindo sobre a vida moderna, especialmente sobre o impacto da revolução feminina e suas pseudo conquistas … Nossas conquistas geram tão somente benefícios? Conseguimos manter o equilíbrio? Temos noção dos nossos limites? Ganhamos real qualidade de vida? Damos a devida atenção a nossa saúde? Zelamos pela nossa integridade moral e intelectual? Cuidamos de verdade dos filhos e marido?

Compartilho essas reflexões porque estou certa que outras mulheres têm os mesmos questionamentos, a mente repleta de duvidas e o coração apertado por sentir que as respostas às perguntas acima, pode ser “não”!

Assim como a maioria das mulheres sinto orgulho das nossas conquistas, estou ciente da nossa contribuição e fico satisfeita em saber que sim, nós podemos e nós conseguimos. Então, voltemos às questões acima. Meu coração volta a apertar…

Penso que homens e mulheres sentem-se pressionados, cada qual com a sua razão, o seu motivo. Ando cismada que, nós mulheres em algum momento perdemos a mão, e agora precisamos e devemos mudar o motivo das nossas preocupações. Explico: estamos preocupadas em contribuir com o sustento da casa, em galgar cargos de destaque no mundo corporativo, em ir às ruas protestar, em assumir nossa veia política, mas temos um mundo tão importante diante de nós, o qual somos criadoras e matriarcas, que está se tornando invisível aos nossos olhos, ao nosso coração. Egoísmo? Vaidade? Ambição? Estamos ficando aparentemente mais poderosas, mas também estamos vedando nossos olhos? Preço alto, não?

Minhas intenções são para que homens e mulheres dispam-se de preconceitos e vaidades, assumam seus reais papéis, aqueles papéis a que fomos designados por Deus, aqueles papéis abençoados pelos anjos.

E que papéis são esses? A resposta é individual. Mas eu tenho uma dica: Amélia é que era mulher de verdade!

MF, 21.05.2015

Gratidão RPC!

8anosMagda_RPC_09.05.2015_v3

E então eu pisquei e passaram 8 anos de RPC!!

Quando eu entrei, ouvi: “Magda, TV é um vício!”

Sei dizer que, como todo vício, traz momentos de alegrias e de ressaca…

Sei dizer também que, em ambos os momentos, eu aprendi e sigo aprendendo. Cresci como profissional e como pessoa. Conheci o Paraná, a gente do Paraná, a terra do Paraná, as riquezas e belezas naturais dessa terra. 8 anos de processo orçamentário, prioriza, desprioriza, ajusta, estica e puxa. 8 lançamentos de TV Digital, vi um canal a cabo nascer e morrer,  a apuração de eleições, Diários Secretos, denúncias, novos cenários, otimização e desenvolvimento de equipe, horas de aeroporto e estrada, a transmissão de uma Copa do Mundooooo. Subi em torre, iluminei torre. Treinei e fui treinada. Já cheguei às 4h da manhã para acompanhar um ‘ao vivo’ do Bom Dia Paraná, já trabalhei até às 4h da manhã para fechar um orçamento. Já vivenciei uma sessão exclusiva do Cirque du Soleil para os funcionários do Grpcom. Esse ano temos quase 3 mil indicadores de performance sendo monitorados. Equipes das áreas Comercial, Engenharia, Jornalismo, Marketing, Produção e Programação premiadas e reconhecidas pelo seu pioneirismo. Tudo isso com a competente equipe de Planejamento e Administrativo na retaguarda dando suporte. Sim, nós somos uma das principais afiliadas da Globo no país. E eu faço parte disso! Meu sentimento é de conquista, alegria e gratidão! Compartilho com vocês essa emoção…

Pai e mãe, sem vocês não estaria aqui, meu muito obrigada. Mano também, valeu!

Valeu RPC e colegas de RPC! Também sou grata a vocês! Pela confiança, convivência, pela oportunidade do constante aprendizado. Meu respeito e gratidão a todos. Beijo meu em cada um de vocês.

E um abraço em todo mundo que me acompanha nessa caminhada chamada VIDA.

Magda (com aquela sede de viver e ser feliz que vocês bem reconhecem em mim)