Saltando para o Novo

salto

A parte dessa história que eu nunca contei…

– Magda, vou contar até 3, você larga a mão e saltamos, ok?

– Uhum

– 1, 2, 3… … … … … … … … Magda solta!!!

– Eu tenho medo!

– Precisamos ir!

– Eu tenho medo!

– Confia em mim e vamos, não temos mais tempo…

A palavra “confia” tocou fundo. Então eu saltei para a experiência mais alucinante da minha vida!!!

Quem nunca deixou de “saltar” pelo medo de encarar o desconhecido? Quem nunca deixou para a última hora para tomar uma decisão? Quem nunca esperou a água bater na bunda, talvez chegar até o pescoço, para mudar de vida? Quem nunca achou que o conhecido é mais seguro? Quem nunca teve medo de abraçar o desconhecido, mas sentou à mesa com o algoz diversas vezes? Atire a primeira pedra quem nunca…

Quem já confiou num desconhecido e hoje tem uma relação tão próxima como se fossem “amigos de maternidade”? Quem já confiou num eterno confiável conhecido e teve aquela decepção que o arrebentou por dentro?

O ‘x’ da questão é que até então, não paramos para pensar sobre o quanto o desconhecido pode ser mais interessante, mais acolhedor, mais digno e nos fazer de verdade, felizes. Até porque se estamos com vontade de saborear o desconhecido, é sinal de que ele já estava em nossa mente e coração, e não é tão desconhecido assim… Ficamos presos a um presente ou a um passado, sem levar em conta que nosso salto pode nos proporcionar aquele brilho no olhar, aquela paz no coração, aquele aconchego na alma.

Pra que esperar o ano novo, o mês novo, o amanhã? Permita-se saltar hoje… Entregue-se!

Pode ser uma nova carreira, um novo emprego, nova cidade, novo romance, nova opção de vida… Ter ou não filhos, arriscar um novo projeto, voltar a estudar, mudar de curso, desistir, tentar outro, iniciar… Não nos contentemos com o ‘mais ou menos’, com o morno, com o que não está de acordo com os nossos valores, com algo que não se sustenta em longo prazo. Curto prazo apenas se for por estratégia.

Não espere o tempo ser o seu limitador, não deixe que decidam por você. O verdadeiro poder é de quem ousa… Ousa ouvir o seu coração e o segue. Permita-se sentir.

Certamente eu saltarei outras vezes. Sabe o que vou dizer ao instrutor da próxima vez? Não vamos perder tempo contando até 3, eu estou pronta! Aprendi que o medo dura o tempo suficiente e necessário para sentir aquele delicioso frio na barriga…

MF, 08.10.2014

 

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.