Feliz Dia dos Pais, Meu Pai

pai

Ele não me carregou 9 meses, nem foi o primeiro a me ver quando cheguei neste mundo, mas temos os mesmos olhos, aliás, falamos através deles; fazemos o mesmo bico quando estamos tristes, preocupados ou mal humorados…

 Ele me defendia das broncas de minha mãe, me levava à praia e me ajudava a mergulhar. Com esforço, fazia meus rabos de cavalo e depois me levava pra escola. Passei minha infância brincando na loja de artigos esportivos dele, taí uma das razões para eu gostar de futebol. Ele também me ensinou que o amor vale à pena e que devemos cuidar das pessoas que amamos. Que perdoar é nobre. Tem um coração muito maior que ele… “Faça o seu melhor, sempre jogue para vencer, mas perder faz parte do jogo da vida e eu estarei do seu lado, independente do resultado”, sempre disse ele; quantas vezes meu medo sumiu (e some) pensando nisto.

 Eu tinha uns 12 anos e nosso programa de domingo de manhã era ir assistir aos jogos de futebol dos times locais; o que eu mais gostava era que depois dos jogos, ele me dava aula de direção no campo, lembro que fazíamos a trave de baliza. Quem teve um pai muito legal e um pouco maluco que ensinou a dirigir aos 12 anos, num corcel II velho num campinho de futebol de uma cidadezinha do interior? Resposta: Eu! Eu com muito orgulho!!!

 Quando eu era adolescente, ele me levava e me buscava nas baladas. Não foram poucas as vezes que ficou lá comigo, dançava e era amigo dos meus amigos. Lembro um carnaval, onde meus amigos o carregaram no colo e o jogaram no mar com roupa e tudo, pensa que ele ficou bravo? Nada… Sim, meu pai participou de alguns carnavais comigo. Pai “metido” a jovem é o meu. É até hoje. É meu amigo! Sou sua fã!

Gabriel Freitas, só para constar: a filhinha do papai, mesmo longe, sou eu!!! Haha…

 Escrever aqui um pedacinho da nossa história é minha forma de homenagear este homem, que desde os seus 20 e pouquinhos anos, faz o seu melhor por mim. Obrigada pai! Obrigada mesmo!

 Mas a gente cresce (pelo menos por fora, pois aqui dentro ainda tem uma criança beeeem viva e dengosa) e assume algumas responsabilidades e compromissos. Por isto, infelizmente, no dia de hoje não podemos estar pessoalmente juntos. Então mano, depois do seu abraço nele, dê outro, o meu. Beeem apertado, daquele jeito, quase esmagando, tá? Te devo esta…
Um montão de beijinhos prá vc meu pai, com todo o meu amor, Magda.

 

MF,12.08.2012

4 thoughts on “Feliz Dia dos Pais, Meu Pai

  1. Ely Dolores diz:

    Sopro em sua direção, as palavras que falam, que calam e exalam as mais belas expressões sentidas pelo coração! Uma mulher, uma menina, uma bela canção…..sempre em construção! Amei!

    Liked by 1 person

  2. Que tenhamos humildade para aprender a construir… sempre! Beijão!

    Gostar

    • Yamara Lima Pereira diz:

      amei Magda…vc sabe traduzir muito bem em palavras, toda a emoção de momentos únicos e variados que enfrenta ou já enfrentou na vida. Um certo ar de liberdade,, simplicidade, amor e humor envolvendo uma vida para ser compartilhada. É divertido e único ler seus posts…parabéns!!!

      Liked by 1 person

  3. Oi Yamara, juntas há tantos anos… Pensa que vou esquecer das vezes que me ligou e eu mais ouvia do que falava, pois mal conseguia me expressar? E você, falando mensagens de amor, lendo poemas… Aqueles momentos foram tão importantes, tão especiais… Continue “me lendo”, é uma alegria pra mim. Beijo na alma.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.